sábado, 30 de abril de 2011

Calmaria

Noite tranquila.
A lua,
plena de luz.
As estrelas,
joias do céu.

A janela,
com uma vaso
repleto de trevos,
de quatro flolhas.
E um ramo,
de presente flor...

O mel da noite,
vai acalmando
as tempestades de dentro.

A brisa suave das montanhas,
entra pela janela de madeira talhada,
e vai soprando, soprando...
ventos que não são uivantes.

Então, e só então.
A tempestade de dentro,
começa a se harmonizar,
com a lua, com as estrelas,
com a brisa...
com o mel acolhedor da noite.

17 comentários:

  1. Ana,
    As suas palavras são um irrecusável convite à harmonia...

    Beijo :)

    ResponderExcluir
  2. Sempre tão serena... versos deliciosos...

    Um beijo afetuoso.

    ResponderExcluir
  3. Ana, estou feliz por seres seguidora do meu blog. O seu é ótimo, tem ar de outono , o visual é lindo, pois amo esse tom na folhagem. Os poemas postados são de muito bom gosto e tua poesia é encantadora! A noite tem suave poder de acamar nossas almas... É lindo!
    Beijossssss!Tenha um lindo final de semana!
    Zelia

    ResponderExcluir
  4. E a tranquilidade desenha-se no interior como se o dia já tivesse nascido... Lindo!

    Beijinho

    ResponderExcluir
  5. Ana querida, bom ler-te.
    Delicadeza, e suavidade.

    Beijo querida.
    Fernanda

    ResponderExcluir
  6. Um lindo cenario pintado pelo olhar,,,pelos desejos da alma,,,paz,,,amor,,,serenidade de espirito,,,belissimos versos...uma otima semana pra ti querida ammiga...beijos.

    ResponderExcluir
  7. que bom voltar aqui.
    que bom ler voce.
    Maurizio

    ResponderExcluir
  8. "com a brisa...
    com o mel acolhedor da noite."
    Calmaria , no decorrer do poema é a serenidade que vem ao leitor . Um poema leve , que me passa uma música harmoniosa ao sentir dos meus ouvidos labiais . Minha primeira vez aqui no seu blogger , estou encantada. Parabéns pelo seu cantinho poético , beijos , tenha uma semana linda e abençoada .

    ResponderExcluir
  9. Ana, obrigada pela visita, e que bom que você gostou do meu poema.
    Estou recomeçando ser tantas pretensões, a não ser, escrever o que sinto e observo.
    O seu poema "PRAZER", para mim foi visto de uma forma inovadora. Achei muito interessante. Muito bom, mesmo!
    boa noite, e excelente semana.

    ResponderExcluir
  10. Tuas palavras transmitem paz e aconchego, Ana.
    Bjo

    ResponderExcluir
  11. Kalilzinha :)
    Cada dia mais doce e poética... Sou fã mesmooo!!!
    Também estou criando um blog. Depois dá uma passadinha por lá.
    Beijos e saudade.
    Lívia - recemcasadissima.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Ana... estamos em perfeita sintonia! Hoje também falo da Lua!... :)*


    Beijos meus,
    AL

    ResponderExcluir
  13. Ana, tão doce o teu poema.
    também a tua página.
    ... o teu perfil e tu :)))
    mulher peixe: tímida e incrivelmente carente :)
    obrigada por estares por lá.
    também vou ficar por aqui :))
    beijinho!

    ResponderExcluir
  14. Que poeticidade sensacional acolheste neste poema! Parabéns pela ensibilidade aflorada! Pas

    ResponderExcluir
  15. Boa noite, Ana, saudades.Obrigada pelo comentário no meu simples poema "PARADOXO". Gostei muito de você ter gostado.Tem algum blog do qual vc goste muito e queira me indicar para eu conhecer?Aumentar os meus contatos com pessoas que escrevem tão bem quanto você, e apesar de não conhece-la pessoalmente, vc parece muito simpática.Que bom, adoro pessoas assim e verdadeiras.Excelente final de semana para ti. Beijos, fique com Deus, e tudo de bom.

    ResponderExcluir